29 de maio de 2017

Arthur Maia suspende discussão sobre Reforma da Previdência após delações da JBS

O deputado federal baiano Arthur Maia (PPS) emitiu uma nota na noite desta quinta-feira (18) anunciando a paralisação dos trabalhos da Reforma da Previdência, da qual é relator na Câmara Federal. O gesto ocorre em meio à divulgação de detalhes da delação premiada do dono da JBS, Joesley Batista, que gravou o presidente Michel Temer (PMDB) apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB).
Deputado federal baiano Arthur Maia (PPS)

 

O deputado federal baiano Arthur Maia (PPS) emitiu uma nota na noite desta quinta-feira (18) anunciando a paralisação dos trabalhos da Reforma da Previdência, da qual é relator na Câmara Federal. O gesto ocorre em meio à divulgação de detalhes da delação premiada do dono da JBS, Joesley Batista, que gravou o presidente Michel Temer (PMDB) apoiando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB).

 

“De ontem para cá, a partir das denúncias que surgiram contra o presidente da República, passamos a viver um cenário crítico, de incertezas e forte ameaça da perda das conquistas alcançadas com tanto esforço. Certamente, não há espaço para avançarmos com a Reforma da Previdência no Congresso Nacional nessas circunstâncias”, disse o parlamentar.

O PPS, partido do relator, já começou a abandonar o governo Temer depois das revelações. O deputado federal Roberto Freire entregou seu cargo de ministro da Cultura. Raul Jungmann também estava inclinado a deixar o posto de ministro da Defesa, mas recuou.

“É hora de arrumar a casa, esclarecer fatos obscuros, responder com verdade a todas as dúvidas do povo brasileiro, punindo quem quer que seja, mostrando que vivemos em um país em que a lei vale para todos. Só assim é que haveremos de retomar a Reforma da Previdência Social e tantas outras medidas que o Brasil tanto necessita”, frisou Maia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Bocão News

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*