22 de junho de 2017

Câmara homenageia Dom Murilo Krieger

O arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, foi condecorado na noite desta quarta-feira (14) pela Câmara Municipal de Salvador com a concessão da Medalha Thomé de Souza. A honraria foi uma iniciativa do vereador Joceval Rodrigues (PPS), que ressaltou, diante do Plenário Cosme de Farias lotado e com a presença do prefeito ACM Neto, a importância do homenageado e sua total integração com a comunidade soteropolitana.

 

O arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, foi condecorado na noite desta quarta-feira (14) pela Câmara Municipal de Salvador com a concessão da Medalha Thomé de Souza. A honraria foi uma iniciativa do vereador Joceval Rodrigues (PPS), que ressaltou, diante do Plenário Cosme de Farias lotado e com a presença do prefeito ACM Neto, a importância do homenageado e sua total integração com a comunidade soteropolitana.
“O amor de Dom Murilo pelo povo de Salvador fica explícito em todas as ações em que ele participa, seja em interseções e intermediações, tudo para colaborar com o bem estar da população”, declarou Joceval. Ele ressaltou a obra e a presença do arcebispo no cotidiano da capital baiana, chamando atenção para a coincidência da honraria ser entregue na véspera da procissão de Corpus Christi: “Esta Casa foi instituída justamente no final da primeira procissão”.

Coragem e postura

Para dar ideia da coragem e da postura de pastor de Dom Murilo Krieger, Joceval relembrou sua intervenção para encerramento da greve dos policiais militares em março de 2014, quando compareceu a uma assembleia no Wet‘n Wild, que reuniu cerca de 10 mil grevistas. “Com essa postura, Dom Murilo nos estimula a não titubear nunca. Tenho o maior orgulho de ter o senhor como nosso pastor”, disse o vereador.
O arcebispo primaz do Brasil agradeceu emocionado a honraria do Legislativo soteropolitano e falou sobre a importância da fé e da solidariedade para a redução das desigualdades sociais. Reconheceu que o país vive uma crise de ética evidente, que gera aumento da violência, da corrupção e da impunidade. E conclamou a todos a lutar e trabalhar “por um novo tempo, uma nova manhã”.
Além do vereador Joceval, o reitor da Universidade Católica de Salvador, padre Maurício da Silva Ferreira, fez uma saudação ao homenageado. Além do prefeito ACM Neto, compuseram a mesa da sessão o vice-prefeito Bruno Reis, os bispos da Arquidiocese de Salvador Dom Estevam dos Santos Filho e Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida; o coronel Henrique Marinho, chefe do Estado Maior da 6ª Região Militar, representando o comandante, general de divisão Joarez Alves Pereira Junior; o capitão-de-corveta Leonardo Brito, representando o comandante do II Distrito Naval, vice-almirante Almir Garnier Santos; e a professora Consuelo Pinho Medauar, diretora do Instituto Feminino da Bahia.
O vereador Kiki Bispo (PTB) representou o presidente da Câmara, vereador Leo Prates (DEM) e parabenizou o autor da homenagem pela iniciativa, aprovada por unanimidade.
O Hino Nacional foi executado pelo Coral da Polícia Militar, sob a regência do subtenente Josué Santana da Paz. Além da concessão da Medalha Thomé de Souza, Dom Murilo foi homenageado por representantes de instituições de ação social.

 

 

 

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*