27 de junho de 2017

Departamento de propina era ligado a presidente

O gerente de RH da Odebrecht, Paulo de Sousa Sabiá, prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta quarta-feira (20) e disse que o diretor do chamado "departamento de propina" na construtora respondia diretamente ao presidente da empreiteira.
Paulo de Sousa Sabiá prestou depoimento nesta quarta-feira

 

O gerente de RH da Odebrecht, Paulo de Sousa Sabiá, prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta quarta-feira (20) e disse que o diretor do chamado “departamento de propina” na construtora respondia diretamente ao presidente da empreiteira.

 

É a primeira vez que um funcionário da empresa, que não é investigado pela Operação Lava Jato, faz ligação direta entre Marcelo Odebrecht e o setor de operações estruturadas que, segundo os investigadores, era um departamento que organizava o pagamento de propinas.

 

Sabiá informou a Moro que o chefe do departamento, Hilberto Mascarenhas da Silva Filho, se reportava ao presidente da empreiteira. Confira um trecho do depoimento:

 

Sabiá: “Seu Hilberto tinha sua delegação e, dentro da macro estrutura, ficava ligado ao diretor-presidente da organização”

 

Moro: “Isso seria o senhor Marcelo Odebrecht?”

 

Sabiá: “Isso”

 

A defesa de Marcelo Odebrecht até agora vinha negando que ele tivesse conhecimento da existência do departamento de propina. Os depoimentos desta quarta-feira fazem parte das investigações da 26ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Xepa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Band

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*