23 de maio de 2017

Em primeira entrevista após deixar cargo, Dilma diz que mãe não sabe de impeachment

Ex-presidente esteve em Salvador no final da última semana

Em entrevista à emissora baiana TVE. a primeira desde que deixou a presidência, Dilma Rousseff (PT) contou que sua mãe, de idade avançada e doente, não sabe do impeachment. “A minha mãe está com 93 anos e agradeço a Deus e a todas forças que ela não saiba. Ela está indo para outro plano já”, disse a petista, que falou também sobre as acusações de que matou um cachorro como uma das coisas que mais a magoaram durante todo o processo de afastamento do poder.

 

Em entrevista à emissora baiana TVE. a primeira desde que deixou a presidência, Dilma Rousseff (PT) contou que sua mãe, de idade avançada e doente, não sabe do impeachment. “A minha mãe está com 93 anos e agradeço a Deus e a todas forças que ela não saiba. Ela está indo para outro plano já”, disse a petista, que falou também sobre as acusações de que matou um cachorro como uma das coisas que mais a magoaram durante todo o processo de afastamento do poder.

“Tinha e teve um viés misógino, machista em relação à figura que construíram de mim. Suportei muitas coisas. Uma das coisas que fiquei extremamente magoada foi a história do cachorro. Eu nunca deixei de ter cachorro, tive a vida inteira. Eu tinha cinco cachorros, todos eles eu herdei, dois foram do ex-presidente Lula, eu os criei, o meu tinha 13 anos, e uma que eu peguei na rua, uma que eu ganhei. O meu cachorro de 14 anos era um labrador, fiz de tudo para ele não morrer, mas aí ele teve duas doenças, por isso que ele foi sacrificado. Aí virei assassina de cachorro”, falou.

Questionada sobre se acredita em uma possível prisão do ex-presidente Lula, Dilma disse que não: “Não acredito que eles cometam este absurdo, não porque sejam bons, mas acredito que também não são burros. Acho que transformará a prisão de uma pessoa visivelmente injustiçada em um herói. Acho que eles não irão querer. Acho que a estratégia é inviabilizá-lo para 2018. O golpe só se completa com isto”.

 

 

 

 

Fonte: Varela Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*