23 de abril de 2017

Moro ‘herda’ 38 novas investigações da Lava Jato

Também será grande o volume distribuído a outras instâncias do juciário porque os envolvidos não têm foro privilegiado no Supremo

 

Apesar de ser alto o volume de inquéritos que correrão no Supremo Tribunal Federal (STF), ainda maior é o que será distribuído a outras instâncias do judiciário porque os envolvidos não têm foro privilegiado no Supremo.

Apesar de ser alto o volume de inquéritos que correrão no Supremo Tribunal Federal (STF), ainda maior é o que será distribuído a outras instâncias do judiciário porque os envolvidos não têm foro privilegiado no Supremo.

Ao todo, 226 casos se espalharão para fora do STF. Desses, 25 ainda estão em sigilo. Os demais 201 se dividirão entre o  Superior Tribunal de Justiça (STJ), que se dedica aos governadores, os Tribunais Regionais de 2ª instância (que abrangem, entre outros, os prefeitos), e a Justiça Federal (além de tribunais eleitorais), voltada aos que não têm nenhuma prerrogativa de foro.

Os casos da Justiça Federal, por fim, se separam em dois grupos: aqueles que têm conexão direta com a investigação central da Lava Jato ficarão sob a tutela do juiz Sérgio Moro, que “herda” 38 novas investigações.

Os demais, que envolvem variados casos de corrupção da Odebrecht, serão distribuídos geograficamente conforme o local onde os crimes teriam ocorrido.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Band

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*