10 de Dezembro de 2019

Presidente do Bahia diz que relação com a Arena ficou 'arranhada' após Vitória e cerveja

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, comentou nesta segunda-feira (7), em entrevista ao programa Seis em Ponto, com Geraldo Júnior, na Rádio Metrópole, que a relação do clube com a Arena Fonte Nova sofreu um desgaste recentemente. Os motivos são o imbróglio por causa do preço da cerveja e o contrato do Vitória com o consórcio. Segundo ele, o clube rubro-negro tem "benefícios que o Bahia não teve".

 

"Arena tem direito. O estádio não é do Bahia. O Vitória tem todo o direito. Ficou arranhada (a relação) um pouco, mas por causa dos preços das cervejas e o contrato do Vitória que é diferente do Bahia. Traz benefícios que o Bahia não teve", declarou.

 

Ainda de acordo com o dirigente tricolor, a praça esportiva tem que passar por uma readaptação após o fim das competições internacionais.

 

"A Copa do Mundo já acabou. Nosso estádio precisa se readaptar a realidade de Salvador", indicou, ao falar que uma pessoa não pode, por exemplo, entrar no estádio com um biscoito.

 

Desde o jogo contra o Botafogo, pela rodada 21, o Bahia tem promovido um boicote aos bares da Arena Fonte Nova. Do lado de fora do estádio, a cerveja tem sido vendida com promoção para que os torcedores evitem comprar na parte interna. No último sábado (5), Bellintani revelou que o clube irá vender cerveja com estrutura própria no estádio.

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos