10 de Dezembro de 2019

‘Você deveria ter sido meu vice, e não esse Mourão aí’, diz Bolsonaro a príncipe

Em reunião com parlamentares do PSL realizada nesta terça-feira (12), ocasião em que comunicou sua saída da sigla, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que se arrependeu de ter escolhido o general Hamilton Mourão como seu vice, afirmando que preferia que seu suplente fosse o príncipe Luiz Phillipe de Orleans e Bragança, eleito deputado federal em 2018.

“Príncipe, estou te devendo eternamente”, disse Bolsonaro. “O que é isso. Deve nada, presidente!”, respondeu o deputado.

Bolsonaro insistiu, mostrando desprezo por seu vice, militar de patente superior à sua: “Devo sim. Você deveria ter sido meu vice, e não esse Mourão aí. Eu casei, casei errado. E agora não tem mais como voltar atrás”. O diálogo foi relatado pela jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, o membro da família imperial brasileira afirmou não ter cultivado sentimentos negativos ao presidente da República por ter sido preterido. “Basicamente ele reconheceu publicamente o que estava nos bastidores. Eu entendo que no mundo político há muitas artimanhas, conspirações”, afirmou.

Orleans e Bragança, inclusive, disse ter ficado aliviado em não ter sido escolhido para o cargo. “O Bolsonaro não precisava de mim para ganhar a eleição. Precisava de alguém que fosse simplesmente leal. Na época, até fiquei aliviado porque ele me liberou para fazer outras coisas”, declarou.

Em outra demonstração de arrependimento de ter escolhido Mourão como seu vice, Bolsonaro citou Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública como possível vice em 2022, sacramentando o entendimento de que o ex-juiz não será indicado por ele ao STF.

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos