08 de Julho de 2020

'Não temos condição', diz presidente do Vitória da Conquista sobre retornar aos treinos

As cidades de Salvador, Camaçari e Feira de Santana deram o aval para os clubes de futebol retornarem aos treinos, com isso a dupla Bahia e Vitória já voltaram ao batente, enquanto Bahia de Feira e Jacuipense voltarão na próxima segunda-feira (22). Porém, segundo o presidente do Vitória da Conquista, Ederlane Amorim, mesmo com autorização da prefeitura local, a agremiação não tem condições para retomar os trabalhos.

"Mesmo que a prefeitura sinalize que está aprovado os treinos, nós não temos a menor condição de retornar agora e treinar por treinar", declarou em entrevista ao Bahia Notícias. "Não temos estrutura nenhuma para voltar a treinar nesse momento. Acho um absurdo isso num momento que a maioria das cidades se encontram. Sou totalmente contrário esse retorno agora, porque não está previsto o início de nenhuma competição. Esses treinos para clubes como o nosso não vai nos favorecer em nada, porque não temos estrutura, não temos nem elenco. Acho complicado esse retorno de forma apressada como está acontecendo em algumas cidades", continuou.

Ederlane apontou que o Vitória da Conquista não tem estrutura para atender às exigências do protocolo de segurança. Para voltar a treinar, os clubes precisam apresentar às autoridades locais, um documento com todos os detalhes de prevenção para evitar a propagação do coronavírus nos seus centros de treinamento, para análise. 

"Cada um está preservando seus interesses, o que está acontecendo é isso. Mas a gente aqui vai primar pela vida humana, não temos a menor pressa em retornar dessa maneira. Primeiro, porque o clube está desativado, não temos elenco. Depois, como é que vou treinar? Onde vou colocar esses jogadores para morarem? Não temos estrutura para dar esse suporte que o protocolo exige, isso é coisa de astronauta", afirmou.

Após o retorno dos clubes aos treinos, o próximo passo será promover o reinício das competições. O futebol brasileiro foi paralisado no mês de março e as Séries A, B, C e D foram adiadas. Já o Campeonato Baiano foi suspenso faltando duas rodadas para o término da primeira fase. Na sequência, seriam disputadas as semifinais e finais e a competição seria encerrada no final de abril. A disputa deverá ser retomada em breve.

"Nós ainda temos a Série D, então imagine os outros clubes que vão voltar para fazer apenas dois jogos e seguir toda essa situação apenas, e sabemos que é por isso, para cumprir regulamentos, porque senão vai criar um achatamento no calendário não só nesse ano como também no ano que vem", destacou Ederlane. "Ainda que marquem a data da competição, eu me apresento no dia só para jogar. O futuro do clube vai ser esse", finalizou.

O Vitória da Conquista ocupava a oitava colocação na tabela do Baianão com sete pontos, quatro a menos da zona de classificação.

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos