21 de Outubro de 2020

Deam de Ilhéus interroga homem que aparece agredindo mulher em vídeo

Foto: Reprodução

A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Ilhéus, interrogou na tarde desta quinta-feira(15), Carlos Samuel Freitas Costa Filho, flagrado agredindo uma mulher com socos. O agressor apresentou-se acompanhado de um advogado. 

“Tivemos acesso ao vídeo e identificamos o autor, que começou a ser procurado imediatamente”, disse a delegada titular da Deam, Márcia Rezende. De acordo com a delegada, um boletim de ocorrência foi aberto, mesmo sem o comparecimento prévio da vítima, por se tratar de ação penal pública incondicionada.

Policiais realizaram diligências durante toda manhã de hoje (15) e a vítima foi localizada e ouvida. Segundo a apuração, o crime foi filmado em junho deste ano.

Carlos Samuel Freitas Costa Filho já foi alvo de outros três inquéritos por violência doméstica, procedimentos já finalizados e remetidos à Justiça, em 2015 e 2016. Ainda de acordo com a polícia, outros sete boletins foram registrados na unidade, porém as investigações não puderam avançar, visto que as vítimas não quiseram ir adiante e se recusavam a comparecer para dar informações sobre os episódios de violência.

O acusado já foi preso em flagrante por agredir a mãe, tendo sido liberado em seguida pela Justiça. Após ser ouvido na tarde de hoje, o agressor foi liberado por não ter havido flagrante.

Pedido de prisão preventiva

No final da tarde de hoje, o Ministério Público estadual pediu a prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho, identificado como autor das agressões contra uma mulher, filmadas e veiculadas em vídeo pelas redes sociais. As imagens revelam que o homem desferiu 11 socos contra a vítima, que seria uma ex-namorada. Segundo o órgão, a notícia do fato foi encaminhada pela manhã e foi solicitada de imediato a documentação à autoridade policial para a adoção das medidas cabíveis. 

"O pedido da prisão se fundamentou 'na necessidade de resguardar a ordem pública, considerando-se a gravidade da conduta concreta (exacerbada violência empregada) e a condição reincidente do autor do fato'", diz o MP-BA, em nota. O mandado de prisão já foi expedido pela 2ª Vara Criminal de Ilhéus e está disponível no Banco Nacional do CNJ.
Fonte: BNews

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos