10 de Abril de 2021

Daniel Silveira critica postura de base governista na PEC da Imunidade e se sente abandonado: "Fui boi de piranha"

O deputado federal Daniel Silveira (PSL) reclamou com interlocutores que da postura de  parlamentares da base do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), por votarem pela sua prisão na semana passada apenas para se manifestarem favoráveis a aprovação da admissibilidade da chamada PEC da Imunidade na última quarta-feira (24). 

Se já estivesse em vigor, o texto impediria a prisão de Silveira, determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na semana passada. De acordo com informações do jornal O Globo, a reclamação é direcionada principalmente a deputados do Centrão, que tem conquistado cada vez mais espaço no Planalto.

De acordo com interlocutores que visitaram o parlamentar na prisão, o bolsonarista se sente abandonado, e chegou a avaliar que foi usado como “boi de piranha” para apaziguar a relação institucional entre Congresso e Supremo. Para ele, foi incoerente o mesmo plenário que decidiu mantê-lo preso ter aprovado o passo inicial para mudar a Constituição.

 Silveira avalia que a Câmara estaria atuando para se proteger, mas não para protegê-lo. Também segundo a publicação, ele tem se mostrado desesperançoso com a possibilidade de conseguir algum habeas corpus para deixar a prisão.

 

 

 

Foto: Reprodução 

Fonte: BNews 

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos