19 de Setembro de 2021

Chuva na China: Sobe para 25 o número de mortos

As chuvas torrenciais, que autoridades meteorológicas do país apontam para as mais fortes em mil anos, causaram a morte de pelo menos 25 pessoas na China, sendo 12 delas no metrô de Zhengzhou. Locais comuns do dia a dia viraram cenários de um desastre em razão das chuvas. Na província de Henan, cuja capital é Zhengzhou, já são mais de 1,24 milhão de pessoas afetadas. Além disso, mais de 164 mil foram levados para lugres seguros, segundo a agência de notícias chinesa Xihua. Contudo, os números não param por aí, as autoridades divulgaram um balanço, nesta quarta-feira (21) que aponta para sete desaparecidos e mais de 500 pessoas resgatadas na linha de metrô que inundou Ainda há sete desaparecidos, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (21), e autoridades dizem que mais de 500 pessoas foram resgatadas da linha de metrô que inundou. Entre os 25 mortos estão quatro pessoas na cidade de Gongyi, que fica às margens do Rio Amarelo e é vizinha de Zhengzhou, após o colapso generalizado de casas e prédios por causa das chuvas. Já em Luoyang, uma cidade de sete milhões de habitantes também próxima à capital, uma fenda de 20 metros aberta na barragem de Yihetan "pode romper a qualquer momento", segundo o exército. Os militares estão organizando uma operação de emergência que inclui o uso de dinamite e desviar a água para evitar uma catástrofe. As chuvas assolam Henan desde sábado (17), e em 3 dias choveu o esperado para um ano inteiro em Zhengzhou.
Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos