23 de Setembro de 2019

STF prorroga investigações contra Dirceu, Vital, Cássio, Renan e Jucá

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, prorrogou as investigações contra o ex-ministro José Dirceu (PT), os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Renan Calheiros (MDB-AL) e Romero Jucá (MDB-RR), e o ministro Vital do Rêgo, do Tribunal de Contas da União. O prazo de prorrogação foi de 30 dias.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) havia solicitado ao STF a prorrogação das investigações por um período de 60 dias. No entanto, Cármen Lúcia decidiu estendê-las pela metade do tempo. A ministra tem mantido os processos dos investigados no âmbito da Lava Jato, mesmo durante o recesso do STF, que volta às atividades regulares no dia 1° de fevereiro.

Vital do Rêgo é investigado no inquérito movimentado por Cármen, junto ao deputado Marco Maia (PT-RS), por ter, supostamente, recebido propina para agir por interesses de empreiteiros na CPMI da Petrobras, de 2014. O ministro do TCU era, na ocasião, senador e presidente da comissão, com Marco Maia na vice-presidência.

 

 

 

 

 

 

 

Metro 1

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos