20 de Novembro de 2018

Agressor de jovem na Graça disse que crime foi fatalidade

A polícia já identificou os quatro suspeitos de terem agredido o jovem Kaique Abreu na última sexta-feira (9), no bairro da Graça. Dois deles estão detidos na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e um adolescente foi levado para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). Um outro menor de idade está foragido. O autor da agressão,  responsável pelos socos e pelo chute foi Edson Rodrigues, de 26 anos. Ele foi preso em casa, no bairro Capelinha de São Caetano. Ele assumiu o crime e disse que queria descontar em alguém a agressão que sofreu por outra pessoa no circuito, onde comercializava queijo. 

Apresentado à imprensa na tarde desta quarta-feira (14), na sede do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), Edson Rodrigues se negou a falar mais com a imprensa.

O agressor foi autuado em flagrante por homicídio tentado, já que até a realização da coletiva ainda não estava confirmada a morte cerebral da vítima. Com a morte cerebral confirmada, o cenário muda e ele vai responder por homicídio.

O acusado já tem passagem pela polícia por violência doméstica e por ter atirado em um vizinho.

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos