16 de Agosto de 2018

Ataques do Estado Islâmico deixam mais de 200 mortos no sul da Síria

Ao menos 200 pessoas morreram em uma operação conduzida pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no sul da Síria, nesta quarta-feira (25). O balanço é da ONG Observatório Sírio para os Direitos Humanos (Sohr, na sigla em inglês).

 

Ao menos 200 pessoas morreram em uma operação conduzida pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no sul da Síria, nesta quarta-feira (25). O balanço é da ONG Observatório Sírio para os Direitos Humanos (Sohr, na sigla em inglês).

De acordo com relatos, o ataque começou com duas explosões suicidas em um mercado e uma praça na cidade de Sweida, seguidas por ações do EI contra três vilarejos a nordeste do município. Além disso, os jihadistas teriam feito civis como reféns.

Ainda segundo a ONG, outras 78 pessoas ficaram feridas. O governador da província de Sweida disse que a situação na cidade homônima já "voltou à calma". Parte das vítimas seria de terroristas do Estado Islâmico.

O grupo não controla mais nenhum território na Síria, mas mantém uma grande capacidade de mobilização de jihadistas. Em dezembro de 2017, a Rússia, que luta ao lado do regime de Bashar al Assad, havia declarado a derrota do EI no país árabe.

 

Fonte: Terra

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos