20 de Novembro de 2018

Bolsonaro dobra ataques contra PT na reta final

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) dobrou a quantidade de ataques em vídeos contra o rival Fernando Haddad (PT) neste fim de campanha do segundo turno.

 

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) dobrou a quantidade de ataques em vídeos contra o rival Fernando Haddad (PT) neste fim de campanha do segundo turno.

Nos últimos sete dias, o líder nas pesquisas destinou 53% do conteúdo dos seus vídeos publicados no YouTube contra o petista.

Na semana anterior, esse patamar havia sido de 27%, aponta o GPS Eleitoral, ferramenta da Folha que monitora a campanha dos candidatos nessa plataforma digital, no programa eleitoral na TV e nas redes sociais (Twitter e Facebook).

Ataque ao PT foi o tópico mais presente nas últimas seis semanas nos vídeos de Bolsonaro, mas em nenhum momento chegou aos 53% do conteúdo desta semana.

Um dos vídeos da campanha do capitão reformado afirmou, por exemplo, que o PT iria aumentar a quantidade de fake news ou tentar ganhar a eleição no "tapetão".

Ataques a Haddad foram o tópico mais presente da campanha de Bolsonaro também no programa eleitoral e nas postagens nas redes sociais.

Haddad manteve as críticas ao adversário como seu principal tópico nos vídeos, com 43%. É um percentual parecido com o registrado na semana anterior (42%).

Nos últimos dias, o petista fez declarações ligando Bolsonaro à tortura.

Em temas relacionados a propostas, ambos enfatizaram a área econômica.

Bolsonaro afirmou, por exemplo, que buscará medidas para ajudar importadores e exportadores do país e redução da dívida interna sem aumentar impostos.

Haddad prometeu investir em refinarias, para que o Brasil dependa menos da importação de derivados como diesel e gasolina.

Os dados se referem ao período entre a quarta-feira da semana passada (17) e a última terça-feira (23).

A ferramenta da Folha analisou também a disputa pelo governo de São Paulo.

O líder nas pesquisas, João Doria (PSDB), enfatizou programas que implementou na prefeitura paulistana, como Corujão da Saúde (exames médicos na rede privada).

Na semana anterior, o tópico mais presente havia sido ataques ao adversário, Márcio França (PSB).

França, por sua vez, subiu o tom contra o tucano, destinando 45% do conteúdo dos seus vídeos contra o rival. Uma das críticas foi que Doria abandonou a prefeitura, mesmo dizendo que iria cumprir o mandato todo.

Na semana anterior, o tópico principal de França havia sido a defesa de uma união para desenvolver o estado.

Nos assuntos relacionados a propostas, o mais destacado de Doria foi em relação a segurança pública. França enfatizou seu programa que prevê pagamento de bolsas para jovens que façam trabalho comunitário e voltem a estudar.

Para chegar a essas conclusões, a ferramenta criada pela Folha transcreve todos os vídeos e coleta todas as postagens dos candidatos. Modelo estatístico aponta quais temas tiveram mais destaque dentro de cada uma das campanhas.

Nesta semana, foram avaliadas 12,5 horas de vídeo. A transcrição do material, somada às postagens nas redes sociais, totalizou 115 mil palavras analisadas (68 mil para candidatos a governador e 47 mil para presidente).

 

Fonte: Bocão News

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos