23 de Setembro de 2019

PM é condenado a 22 anos de prisão por morte de homem em Pirajá

O policial militar Daniel Leite dos Santos foi condenado a 22 anos e dois meses de prisão, pela morte de Antônio Carlos Costa Alcântara, no dia 12 de julho de 2015. O réu foi condenado pelo Tribunal do Júri na última sexta-feira (26/7).

O crime aconteceu no bairro de Pirajá, em Salvador, quando o PM disparou contra três pessoas - Antônio, Andréia Tatiana da Silva Calmon e Francisco Portela Ferreira Neto. Estes dois últimos ficaram feridos e Antônio veio a óbito após dar entrada no Hospital do Subúrbio.

Francisco teria se desentendido com um amigo do policial e, na ocasião, Antônio tentou ajudar o amigo quando foi atingido por disparos de arma de fogo que provocaram sua morte.

Daniel foi condenado pelos crimes de homicídio consumado e tentado, qualificados por impossibilidade de defesa da vítima e por causar perigo comum. O promotor de Justiça Antônio Luciano Assis sustentou a acusação no julgamento. A sentença foi proferida pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza.

Com informações do AratuOnline 

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos