23 de Setembro de 2019

MJ disponibiliza vagas em presídios federais para líderes de rebelião no PA

O Ministério da Justiça disponibilizou vagas em presídios federais para "transferência e isolamento" dos líderes da rebelião no presídio de Altamira, no Pará, desta segunda-feira (29/7). O ataque deixou 52 presos mortos, 16 deles decapitados. Dois agentes penitenciários também foram feitos reféns.  

Por meio de nota, o ministro Sérgio Moro lamentou as mortes e determinou que Força Nacional fique de prontidão para atuar se for necessário. Moro também quer a intensificação do trabalho de inteligência policial. "Na minha opinião, deveriam ficar recolhidos para sempre em presídios federais", disse Moro, pelo Twitter.

O comunicado oficial do ministério também diz que o ministro com o governador do Pará, Helder Barbalho, e participou de uma reunião de emergência para tratar do caso, com secretários da ministério, além dos diretores da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. 

Com informações do AratuOnline 

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos