26 de maio de 2017

Partidos discutem possível queda de Temer em delação da Odebrecht, diz colunista

FHC e ex-presidente do STF são apontados como possíveis substitutos do peemedebista

A possibilidade do presidente Michel Temer cair com a delação premiada da empreita Odebrecht passou a ser discutida no PSDB, PT e outros partidos, segundo a coluna de Mônica Bergamo, no jornal ‘Folha de São Paulo’, nesta quarta-feira (26).

 

A possibilidade do presidente Michel Temer cair com a delação premiada da empreita Odebrecht passou a ser discutida no PSDB, PT e outros partidos, segundo a coluna  de Mônica Bergamo, no jornal ‘Folha de São Paulo’, nesta quarta-feira (26).

Ainda segundo a publicação, as dúvidas de que o governo do peemedebista se mantenha firme após a delação começaram a surgir após serem ventiladas informações de que podem ser citados o próprio Temer e seus principais auxiliares, os ministros Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, do Programa de Parcerias de Investimentos.

O texto também afirma que até nomes de sucessores já chegaram a ser cogitados, além de ressaltar que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim, são apontados como favoritos.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Varela Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*