23 de maio de 2017

Presidente da OAB quer que Dilma peça desculpas ao Brasil por campanha eleitoral

Presidente da OAB quer que Dilma peça desculpas ao Brasil por campanha eleitoral

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Côelho, quer que a presidente Dilma Rousseff peça desculpas ao Brasil, por ter apresentado uma realidade econômica inexistente durante sua campanha eleitoral. A declaração foi feita neste domingo (18). “É chegada a hora de revelar esse engano, assumir os equívocos e conclamar a união da sociedade brasileira para a superação da crise ética, política e econômica”, afirma. Em sua opinião, esse gesto é importante na retomada da governabilidade do país e para a estabilidade institucional. Para o presidente da Ordem, o diálogo com a sociedade deve ser permanente e não apenas em momentos de crise. “Diálogo de verdade se faz com quem pensa diferente, e não apenas com os apoiadores. É preciso saber ouvir as críticas”, complementa. Ao criticar, ele afirma: “Melhorar os gastos públicos é a primeira tarefa desta retomada de governo”. Em nota, Marcus Vinicius ainda diz que o “Brasil é um país muito complexo e diversificado para um governo a quatro paredes”. “Dialogar significa não apenas fazer propaganda política, mas, efetivamente, ouvir as sugestões e decidir o melhor a partir da troca de ideias e experiências”, pontua. Ele ainda diz que melhorar os gastos públicos é a primeira tarefa desta retomada de governo. “Havendo sinceridade, sem números maquiados, olho no olho, o povo brasileiro estará disposto a contribuir com a superação desta crise ética, econômica e política”, indica.

Fonte: Bahia Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*