23 de junho de 2017

Suspeito mata homem e faz mulher refém em suposto atentado terrorista na Austrália

Um suspeito matou um homem e sequestrou uma mulher em um hotel de Melbourne, uma das principais cidades da Austrália, nesta segunda-feira (5). Uma das linhas de investigação trato o caso como suspeita de um atentado terrorista.

 

Um suspeito matou um homem e sequestrou uma mulher em um hotel de Melbourne, uma das principais cidades da Austrália, nesta segunda-feira (5). Uma das linhas de investigação trato o caso como suspeita de um atentado terrorista.

 

Ainda nesta segunda, o grupo extremista Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque. A polícia australiana, porém, ainda investiga essa conexão.

 

O agressor foi baleado e morto pela polícia; três agentes ficaram feridos no tiroteio que ocorreu no Buckingham International Serviced Apartment, localizado no bairro suburbano de Brighton.

 

Segundo a imprensa local, o suspeito teria gritado “Isso é pelo Estado Islâmico, isso é pela Al Qaeda”, grupos jihadistas que lutam entre si no Oriente Médio.

 

A reivindicação foi feita por meio da Amaq, a agência de notícias oficial do Estado Islâmico. “O executor do ataque de Melbourne é um soldado do Estado Islâmico”, diz a publicação, segundo o portal de contraterrorismo Site.

 

A Austrália é um dos países que integram a coalizão internacional que combate o Estado Islâmico no Iraque e na Síria, mas não é um alvo preferencial dos terroristas, como França e Reino Unido.

 

 

 

 

 

Fonte: Band

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*