21 de Junho de 2021

Chegada da Sputnik V na Bahia só depende de acerto com a Rússia, diz Vilas-Boas

Em entrevista ao Bahia Meio Dia, da TV Bahia neste sábado (5), o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, informou que ainda não há previsão para a chegada da vacina até que haja a conversa com a farmacêutica para fazer reajustes no contrato inicial.

"Depende agora de uma conversa com os russos. Nós temos que fazer um ajuste legal no nosso contrato. Porque o contrato que nós temos com eles prevê uma quantidade de 37 milhões, nós temos que fazer um aditivo informando que vai ser apenas 1% inicialmente e posteriormente, com autorização definitiva da Anvisa, a gente poderá executar o resto do contrato".

 

Além da conversa, Vilas-Boas afirma que é necessário o envio de informações complementares para que possa dar entrada a solicitação. Segundo o secretário, o lote que chegar o país será submetido a uma análise pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

"Fizemos agora de manhã uma reunião com o INCQS, para que a gente possa economiza ao máximo horas e dias para que isso não venha a atrasar a chegada da vacina aqui na Bahia".

O secretário ainda traçou caminho que deverá ser feito pela Sputnik V com a chegada ao Brasil. "A vacina chegando no país, ela vai ser executada. A quantidade que for executada depois da análise de 30, a 60 dias, sem eventos adversos, a gente acredita que a autorização vai se praticamente automática".

 

Bahia notícias

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos