05 de Agosto de 2021

Apenas dois baianos votaram contra mudanças na Lei de Improbidade Administrativa

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (16), a proposta de mudanças na Lei de Improbidade Administrativa (PL-10887/18). Foram 408 votos a favor, 67 contrários e uma abstenção para aprovar o texto do relator Carlos Zarattini (PT-SP).

 

A principal mudança prevista na matéria afrouxa a punição para casos de improbidade. Com a alteração, o projeto prevê que só serão punidos os agentes públicos que agirem com intenção de lesar a administração pública e enriquecer ilegalmente.

 

Apenas três partidos foram contra a aprovação - Podemos, do autor da proposta, Roberto de Lucena, PSOL e o Novo.

 

Dos 31 deputados baianos que votaram na sessão, 29 foram favoráveis às mudanças e apenas dois, Leur Lomanto Jr. (DEM) e Professora Dayane Pimentel (PSL), se posicionaram de forma contrária. Veja os demais parlamentares que aprovaram as flexibilização da Lei de Improbidade Administrativa:

Abílio Santana (PL-BA)
Alex Santana (PDT-BA)
Alice Portugal (PCdoB-BA)
Antonio Brito (PSD-BA)
Bacelar (Podemos-BA)
Cacá Leão (PP-BA)
Charles Fernandes (PSD-BA)
Daniel Almeida (PCdoB-BA)
Elmar Nascimento (DEM-BA)
Félix Mendonça Jr (PDT-BA)
Igor Kannário (DEM-BA)
João C. Bacelar (PL-BA)
Jorge Solla (PT-BA)
José Nunes (PSD-BA)
José Rocha (PL-BA)
Joseildo Ramos (PT-BA)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Márcio Marinho (Republicanos-BA)
MárioNegromonte Jr (PP-BA)
Otto Alencar (PSD-BA)
Pastor Isidório (Avante-BA)
Paulo Azi (DEM-BA)
Paulo Magalhães (PSD-BA)
Raimundo Costa (PL-BA)
Ronaldo Carletto (PP-BA)
Tia Eron (Republicanos-BA)
Uldurico Junior (PROS-BA)
Valmir Assunção (PT-BA)
Waldenor Pereira (PT-BA)
Zé Neto (PT-BA)

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos