19 de Setembro de 2021

Presidente do PSDB em Salvador defende Eduardo Leite como candidato do partido à presidência

Silva/BNews Por: Pedro Vilas Boas e Marcio Smith COMPARTILHE: Cris Corrêa, presidente do PSDB em Salvador e vereadora, defendeu o nome de Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, como candidato da legenda na eleição presidencial de 2022. A vereadora participou com o governador e outras lideranças do partido de um evento neste sábado (17). "Eduardo Leite é esse homem equilibrado, sensato, inteligente, gestor, que reúne todas as condições de liderar o partido para presidencia", afirmou a tucana. Contudo, para representar o PSDB em 2022, Leite precisa vencer a disputa interna do partido, onde deve ter João Doria, governador de São Paulo, como principal oponente. Leite cumpre agenda na Bahia e busca angariar apoios políticos para sua candidatura. Rompido com o governador de São Paulo, o presidente nacional do DEM e ex-prefeito de Salvador ACM Neto se reuniu com o gaúcho, que sinalizou sua vontade de contar com o apoio do demista. No plano local, Neto, virtual candidato ao governo, tem o nome do tucano João Gualberto, prefeito de Mata de São João, especulado para compor a chapa. Cris garantiu que o PSDB irá apoiar o DEM na Bahia. "Temos quadros para compor essa chapa [...] Fazendo essa composição de forma qualitativa, o PSDB é um aliado histórico do DEM. O PSDB vai apoiar o DEM, temos uma história de aliança", garantiu a vereadora. Questionado pelo BNews, Gualberto garantiu que o PSBD quer integrar a chapa com Neto e que seu nome é o mais ventilado nas projeções da legenda. O prefeito de Mata de São João foi elogiado por Eduardo Leite, que o avaliou como um "grande quadro". "É natural que em época de pré-eleição as pessoas comecem a cogitar nomes. Nós estamos com Neto desde quando ele foi candidato a prefeito pela primeira vez em 2012. Então o PSDB na hora certa vai pleitear e vai conversar com Neto e vamos chegar a um bom senso [...] A política se resolve mais próxima. Acho que em janeiro ou fevereiro do ano que vem teremos um indicativo mais fácil", afirmou o pessedebista. Volta às aulas Presidente da Comissão de Educação da Câmara de Salvador, Cris questionou o posicionamento do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), contrários ao retorno das aulas de forma presencial e/ou híbrida. "Muitos professores querem voltar, esse movimento da APLB é sindicalista e político. A APLB lá atrás solicitava a vacinação, isso já aconteceu. Por qual motivo não querem voltar? As aulas já voltaram em todos os países do mundo", declarou a vereadora.
Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos