02 de Julho de 2022

Ex-prefeito ajudou a eleger presidente do desemprego e indicou cargos no Governo Federal, afirma Jerônimo em Conquista

O pré-candidato ao Governo do Estado que tem o apoio de Lula e do governador Rui Costa, Jerônimo Rodrigues, voltou a criticar a falta de transparência do ex-prefeito de Salvador com os eleitores baianos. “A máscara do ex-prefeito vai cair. Ele fica em cima do muro, mas em 2018 ele apoiou o atual presidente, então não adianta tirar a carapuça. Ele ajudou a eleger o atual presidente, que gerou desemprego, que gera a inflação, que está gerando a fila do osso”, afirmou Jerônimo à imprensa de Vitória da Conquista, onde acontece, neste sábado (28), a décima edição do Programa de Governo Participativo, desta vez para ouvir demandas do território do Sudoeste da Bahia. 

Na opinião de Jerônimo, o atual presidente é uma herança do ex-prefeito: “É herança dele, não pode tirar de cima dele. Os cargos do Governo Federal na Bahia ele tem indicação, então ele está vinculado ao presidente Bolsonaro”. Em seu discurso, o petista disse que este ano acontece no Brasil "a eleição da retomada da nossa autoestima. É a nossa esperança que está em jogo e nós não vamos baixar a guarda". Ao lado dos pré-candidatos a vice, Geraldo Júnior, e ao Senado, Otto Alencar, Jerônimo falou sobre os dois projetos que estão em disputa no país. "É a esperança contra o ódio, o sonho contra a violência. Vamos acabar com a troca da educação pela barra de ouro, do amor pelas armas", concluiu.

Foto: Divulgação

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos