06 de Dezembro de 2022

Truss afirma na ONU que Reino Unido vai armar a Ucrânia até que derrote a Rússia

A primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, prometeu nesta quarta-feira, 21, na Assembleia Geral das Nações Unidas que seu país continuará enviando armas para a Ucrânia até que a Rússia seja derrotada. “Os ucranianos não estão apenas defendendo seu próprio país, estão defendendo nossos valores e a segurança de todos (…) Novas armas do Reino Unido estão chegando à Ucrânia enquanto falo”, afirmou Truss na ONU, em seu primeiro grande discurso em um fórum internacional. A nova chefe do governo britânico garantiu que manterá ou aumentará o apoio militar à Ucrânia “pelo tempo que for necessário” e que o seu país não descansará “até que a Ucrânia se imponha”. A líder conservadora respondeu à convocação de 300 mil reservistas decretada pelo presidente russo, Vladimir Putin, assim como suas ameaças sobre o uso de armas nucleares, assegurando que o Kremlin “está tentando justificar seus fracassos catastróficos”.

Truss também aproveitou para apresentar seu projeto político ao mundo, assinalando como grande prioridade o crescimento econômico e prometendo cortes de impostos. “Queremos que as pessoas mantenham mais do dinheiro que ganham, para que tenham mais controle sobre suas próprias vidas e possam contribuir para o futuro”, declarou. Segundo disse, seu objetivo é dar aos britânicos o “progresso que eles esperam” e “liderar um novo Reino Unido para uma nova era”, após a morte da rainha Elizabeth II e a ascensão ao trono do rei Charles III. “Queremos que esta época seja de esperança e progresso, em que defendamos os valores da liberdade individual, autodeterminação e igualdade perante a lei”, completou.
 

Com informações da EFE / Foto: EFE/EPA/Peter Foley

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos