18 de Outubro de 2021

Pedreiro que matou mulher em Itapuã tem prisão convertida para preventiva

Com um histórico de agressões à companheira, o pedreiro Edgar Pereira Costa, de 46 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça nesta segunda-feira (7). Ele é acusado de matar e colocar num saco o corpo da namorada Cláudia Santana de Oliveira, 26. A vítima foi encontrada na última sexta (4), por familiares, na residência onde Edgar residia, no bairro de Itapuã.

 

Com um histórico de agressões à companheira, o pedreiro Edgar Pereira Costa, de 46 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça nesta segunda-feira (7). Ele é acusado de matar e colocar num saco o corpo da namorada Cláudia Santana de Oliveira, 26. A vítima foi encontrada na última sexta (4), por familiares, na residência onde Edgar residia, no bairro de Itapuã.

Em depoimento, Edgar disse que Cláudia caiu na calçada e teria machucado a vagina, mas, de acordo com peritos, há uma dilaceração na vítima, que foi morta por asfixia e apresentava uma perfuração na área genital e também no ânus.

“Temos relatos de que os ataques a Claudia eram constantes e ele já possuía passagem na polícia, em Itabuna, por ter agredido uma mulher na rua e por receptação”, disse a delegada Milena Calmon, titular da 1ª Delegacia de Homicídios (1ªDH/Atlântico), durante coletiva a imprensa, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Edgar, que alega inocência, foi preso ainda na sexta-feira, por investigadores da Delegacia de Homicídios (DH) de Itabuna, cidade onde Edgar tem parentes e pretendia se esconder. Os policiais interceptaram o ônibus que ele viajava na BR-101. O pedreiro já está à disposição da Justiça.

 

 

 

Fonte: informe Baiano

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos