15 de Maio de 2021

Vice-presidente do TJ-BA tem alta após 30 dias em UTI por Covid e alerta: 'Não saiam de casa'

O primeiro vice-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Carlos Roberto Santos Araújo, recebeu previsão de alta para esta terça-feira (6), após ficar 30 dias internado em um leito de UTI para enfrentamento da Covid-19. O desembargador aproveitou a recuperação e, ainda no Hospital Aliança, escreveu uma carta, agradecendo as orações, o tratamento e a solidariedade das pessoas.

 

“A Megera passou, esta traiçoeira, com seu hálito gélido, mas sobrevivi, graças a Deus, quando tantos se foram a caminho da Eternidade. A ajuda da minha família, especialmente de minha mulher, Maria de Lourdes, que me socorreu de pronto, foi fundamental. Demorasse um minuto e seria, com o perdão da palavra, o trespasse, lá se me iria a história e morreria a vitória”, escreveu o magistrado, comemorando o triunfo diante da Covid-19.

 

“Vali-me dos esforços do Hospital Aliança, sobretudo dos seus diretores, nas pessoas do Dr. Hélio Braga. Fui, literalmente salvo pelo Dr. Adriano Victor e sua equipe, na condução da UTI, pois cheguei ao hospital nos meus últimos suspiros!”, reconheceu o vice-presidente do TJ-BA, que chegou a ficar 10 dias intubado.

 

Na carta, Carlos Roberto Santos Araújo aproveitou para pedir cuidado no enfrentamento à pandemia, que já matou mais de 15 mil baianos. “A todas as pessoas recomendo: não saiam de casa, usem máscara e álcool gel”, disse.

 

Confira a carta na íntegra a seguir:

 

“A Megera, impostora de todos os calibres. 

 

A Megera passou, esta traiçoeira, com seu hálito gélido, mas sobrevivi, graças a Deus, quando tantos se foram a caminho da Eternidade. A ajuda da minha família, especialmente de minha mulher, Maria de Lourdes, que me socorreu de pronto, foi fundamental. Demorasse um minuto e seria, com o perdão da palavra, o trespasse, lá se me iria a história e morreria a vitória.

 

Vali-me dos esforços do Hospital Aliança, sobretudo dos seus diretores, nas pessoas do Dr. Hélio Braga. Fui, literalmente salvo pelo Dr. Adriano Victor e sua equipe, na condução da UTI, pois cheguei ao hospital, nos meus últimos suspiros! Mon Dernier Soupir, como diria Bunuel.

 

Tive o apoio dos colegas e amigos que formaram uma rede de orações e solidariedade em meu favor. Agradeço especialmente aos médicos doutores Nanci Silva, Marco Pagani e Ariwalter, que tanto me estimularam a lutar; ao desembargador Lourival Trindade, eminente presidente do Tribunal de Justiça da Bahia; ao escritor Joaci Goes, este pensador à la mode de Montaigne, pois escreve com a pena de ouro da sabedoria; ao criminalista Thomas Bacelar, Varão de Plutarco da Advocacia Baiana; ao desembargadores Nilson Castelo Branco, Baltazar Miranda Saraiva, Mário Albiani Filho, Sara Brito, Luislinda de Valois, Júlio Travessa, Ivone Bessa e Luiz Fernando (estes dois últimos, colegas de infortúnio, também atingidos pelo vírus), pelo constante e diuturno apoio psicológico e material; à enfermeira Adriana Costa, que interferiu na Hora H.

 

Agora, de alta, estou de volta à Terra Dos Homens, em clínica particular de reabilitação, contente, pois o pior já passou. Ficará o evento, porém, gravado na memória, Jardim das Sombras Mortas, este Museu Tristíssimo Da Alma. Tenho o sentimento esquisito de que foi tudo um sonho mau, paradoxalmente marcado por momentos de paz e quase alegria, pois a esperança de sobrevivência nunca me abandonou.

 

Foi o Troféu  da Vida sobre a Tragédia da Morte. Está a salvo o menino da minha mãe. A todos os que me ajudaram, agradeço e sou reconhecido. 

 

A todas as pessoas recomendo: não saiam de casa, usem máscara e álcool gel.

Carlos Roberto Santos Araújo 

Primeiro Vice-Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia”

 

 

 

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos