30 de Setembro de 2022

Prefeitura inaugura Cmei Castro Alves no bairro do Imbuí

Salvador passa a contar com mais uma estrutura para receber alunos matriculados na rede municipal de ensino. Completamente reconstruído pela Prefeitura, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Castro Alves, localizado na Rua Professor Jairo Simões, ao lado da Unidade Básica de Saúde, no Imbuí, foi entregue nesta segunda-feira (8), com as presenças do prefeito Bruno Reis, ao lado do titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), Marcelo Oliveira.

Durante a cerimônia de inauguração, o prefeito lembrou que não há como alcançar uma educação de qualidade sem oferecer uma infraestrutura de mesmo nível. "Esta é a 13ª escola inaugurada neste mandato, onde investimos R$5 milhões, em recursos próprios, oriundos da população. São dez salas climatizadas, biblioteca e espaço de lazer, dentre outros espaços de convivência. Temos ainda, em licitação ou em construção, 23 outras unidades escolares. Vamos chegar, até o início de 2023, com 36 novas escolas em Salvador. Quanto às reformas, em 18 meses, 133 escolas foram contempladas, chegando a mais de 75% de nossa rede totalmente requalificada, com escolas novas, construídas, reconstruídas, reformadas ou ampliadas. E, até o final deste mandato, vamos chegar a 100%".

Bruno Reis citou ainda o planejamento para entrega de materiais de apoio a estudantes a partir do 1º ano. "Quem planeja ofertar uma educação de qualidade precisa conectar essas crianças com o mundo. Então, agora em setembro, vamos ofertar tablets e chromebooks para educadores e crianças do 1º ao 9º ano, então 116 mil alunos receberão tablets, além dos chromebooks para os professores, com novas ferramentas de letramento e até criação de jogos eletrônicos. Se não investirmos neste tipo de educação, ficaremos fora da disputa, que já está avançada no mundo".

Nova unidade – A escola foi reconstruída após a antiga instalação apresentar problemas estruturais, elétricos e hidráulicos. Além disso, a unidade sofria com infiltrações, falta de acessibilidade e espaços incompletos para atender às atividades escolares. Com 1,8 mil m² de área construída, o novo Cmei possui capacidade para 250 alunos por turno. São dez salas de aula climatizadas e com renovação de ar e acessibilidade total.

Também há refeitório, guarita coberta com sanitário, cozinha com triagem de alimentos, depósitos, lavanderia, casa de gás, bombas de subestação, reutilização de água pluvial, solário, brinquedoteca, anfiteatro, parque infantil e mais uma série de equipamentos para garantir o conforto e aprendizado das crianças do bairro do Imbuí e entorno.

A diretora do espaço, Cristiane Veloso, falou sobre a importância do corpo físico da unidade e da equipe multidisciplinar para o pleno funcionamento do espaço. "Este é um lugar onde as crianças são felizes, com uma equipe premiada, que merecia muito este lugar. Essa escola acolhe sete comunidades circunvizinhas. Teremos 250 crianças para serem felizes e amadas por todos nós".

Para o secretário Marcelo Oliveira, a cada inauguração de unidade a Prefeitura oferece uma gama ainda maior de qualidade e competência para a educação soteropolitana. "Tratamos aqui com pessoas preparadas e qualificadas para tratar dessas crianças. E contamos ainda com a participação das famílias, para termos uma comunidade ativa que nos auxilie a fornecer uma educação de qualidade. Espero que possamos ofertar uma educação que possa abrir para eles as portas do mundo", destacou o gestor.

Para a designer de moda Renata França, o colégio é adequado às necessidades do filho Theo Vieira, de 5 anos, que migrou de uma escola particular. "O Cmei não deve nada em estrutura e ensino, o espaço é amplo, bonito, organizado e vai colaborar bastante com o aprendizado dele. A unidade é ampla e garante tudo o que ele precisa".


Fotos: Betto Jr./Secom

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos