06 de Fevereiro de 2023

Testemunha diz que também foi apalpada por Daniel Alves em boate

Em depoimento à Justiça da Espanha, uma amiga da suposta vítima do lateral brasileiro Daniel Alves disse que foi apalpada violentamente pelo brasileiro. A informação foi divulgada pelo jornal espanhol “La Vanguardia”, que teve acesso ao depoimento.

Desde a última sexta-feira, Daniel Alves está preso preventivamente investigado por suspeita de crime de agressão sexual.

A denunciante de 23 anos estava acompanhada de duas pessoas, uma delas afirmou que o ex-jogador do Barcelona passou a mão em suas partes íntimas e parou apenas quando ela conseguiu se desvencilhar e ir embora.

A denunciante contou às autoridades espanholas que foi abusada sexualmente no banheiro da boate Sutton, casa noturna badalada da cidade. Daniel, por sua vez, afirmou que a relação foi consensual.

Segundo publicação do “La Vanguardia”, o relato da testemunha coincide com a descrição feita pela suposta vítima, que contou ter visto a abordagem de Daniel Alves à sua amiga e prima em um momento no qual estava mais distante.

“Foi quando percebi como ele tocava minhas amigas e o quanto estava próximo”, afirmou no depoimento.

 

Informações da Gazeta Brasil / Foto: Reprodução/Instagram

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos