04 de Março de 2024

Com foco na tecnologia e no esporte, rede municipal de Salvador retorna com aula inaugural no Imbuí

O ano de 2023 será marcado por diversas ações na rede municipal de ensino de Salvador, a exemplo do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), Educação Esportiva e Busca Ativa para combate à evasão escolar. As iniciativas foram apresentadas pelo prefeito Bruno Reis e pelo titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), durante a aula inaugural que marca o início do ano letivo nas 421 escolas municipais, ocorrida no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Castro Alves, na Boca do Rio, nesta segunda-feira (6).

Citando investimento em infraestrutura e material didático, o prefeito se mostrou bastante confiante para a retomada das aulas de forma plena, após o período de pandemia. "Estamos iniciando mais um ano letivo, e vamos avançando com grandes intervenções na infraestrutura, além de alterações na proposta pedagógica, com a digitalização da educação, novo fardamento, kit escolar e material de estudo. Além disso, contratamos mais de 1.500 professores entre concursados e Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) nos últimos anos, buscando melhorar ainda mais a oferta de educação no município".

O chefe do Executivo acredita que, a partir do momento que a Prefeitura garante acesso a material, alimentação e unidades escolares de qualidade, as crianças estarão preparadas para os desafios da vida e realizar seus sonhos. "Através da educação tudo é possível. Ela nos liberta, dá autonomia, senso crítico, permitindo que a gente tome decisões. Não há outra ferramenta tão eficiente para enfrentar as graves crises sociais que assistimos no dia a dia. Há somente uma forma para construir uma cidade mais justa e menos desigual: através da educação. É possível fazer uma educação muito melhor, e temos plenas condições para isso".

De acordo com o secretário Thiago Dantas, há um intenso trabalho de preparação para o ano letivo que envolve desde as questões pedagógicas até as de infraestrutura escolar. “Todas as atenções estão voltadas para acolher nossos alunos e comunidade escolar nesta volta às aulas. Nossas equipes vêm trabalhando tanto no aprimoramento pedagógico e do ensino/aprendizagem, quanto em equipar as unidades, adquirir e distribuir materiais e fardamento para os alunos, bem como preparar infraestrutura”, afirma.

Expectativa – A esteticista Carina Borges, de 35 anos, tem dois filhos matriculados na rede municipal e celebra a evolução no ensino e na infraestrutura das unidades. "Há algum tempo desejava colocar um deles no Cmei Castro Alves, mas por ser bastante requisitado, sempre foi complicado achar vagas aqui. Estamos entrando no segundo ano de estudos do mais novo aqui, e só tenho elogios a fazer. É realmente uma unidade que não deve nada aos colégios particulares. Temos um bom relacionamento com os professores e toda a equipe e entendo que esse apareceria é muito importante, pois a educação é um dever tanto da escola como da comunidade. A expectativa para este ano é bem maior".

Giovanna Freire, de cinco anos, estuda há dois na unidade do Imbuí e estava ansiosa pelo retorno. "É muito legal voltar a estudar, pois aqui encontro os colegas, temos lanche e muita brincadeira com todos. A brincadeira que mais gosto é de esconde-esconde, pois posso correr bastante pela escola".

Ações – A rede municipal de ensino de Salvador conta com as seguintes iniciativas em 2023:

1. Fardamento - Camisa gola polo, regata, bermuda de helanca (Educação Infantil) e calça tactel (Ensino Fundamental I e II).

2. Brinquedos para a Educação Infantil - Bonecas, carrinhos, caminhões, fantoches, telefone sonoro, conjunto de praia, entre outros.

3. Mobiliário escolar - Conjuntos escolares para alunos e professores.

4. Kit escolar - Pasta com materiais escolares de uso pessoal do aluno, diferenciados por segmentos (Educação Infantil de 0 a 2 anos, Educação Infantil de 3 a 5 anos, Fundamental I, Fundamental II e EJA) e respeitando as necessidades de cada fase do desenvolvimento cognitivo.

5. Busca Ativa - Com o objetivo de levar os alunos faltosos de volta ao ambiente escolar, a busca ativa será realizada, através de visitas domiciliares, para identificar os motivos da ausência dos alunos e a partir disso garantir a permanência e a recuperação das aprendizagens.

6. Tablets e chromebooks – Estão sendo distribuídos para alunos e professores equipamentos digitais para uma educação mais conectada. Cada aluno recebe um tablet e cada professor um chromebook, ambos equipados com pacote de dados e sistema próprio. A distribuição é feita no âmbito do Programa de Educação Digital, que visa ampliar a conectividade dos alunos, reduzir a infrequência, o abandono escolar e melhorar o rendimento.

7. Ambiente Virtual - A rede municipal de Educação conta com uma nova ferramenta tecnológica que vai contribuir para que a capital baiana avance ainda mais na qualidade do ensino. Trata-se da Plataforma Educacional Inteligente, um ambiente virtual de aprendizagem que será utilizado nos tablets e chromebooks entregues pela Prefeitura aos alunos e professores, respectivamente.

8. Educação Esportiva – O projeto visa oferecer aos alunos da rede municipal atividades recreativas e esportivas de caráter lúdico por meio da realização de oficinas de basquetebol, jogos populares, jogos com aparelhos, expressão corporal, capoeira, handebol e futebol, Judô, entre outros.

9. Grêmio Estudantil – O Grêmio Estudantil é o órgão máximo de representação dos estudantes da escola. O grêmio permite que os alunos discutam, criem e fortaleçam inúmeras possibilidades de ação tanto no próprio ambiente escolar como na comunidade. É também um importante espaço de aprendizagem, cidadania, convivência, responsabilidade e de luta por direitos, promovendo e estimulando a participação política e crítica dos alunos no cenário da educação pública de Salvador.

10. Materiais Nossa Rede – Materiais didáticos construídos de forma colaborativa entre professores, coordenadores e gestores apoiados por consultorias especializadas conforme o segmento, a exemplo de livros, materiais de apoio, diários de classe, entre outros.

11. Novas unidades escolares – Estão em obras 15 unidades de ensino (três Cmeis e 12 escolas municipais), com previsão de entrega em 2023 e 2024 e que somam 5,9 mil vagas.

12. Melhorias de infraestrutura - No primeiro semestre de 2023, iniciam-se as seguintes obras: 33 reformas e ampliações; 31 salas de Atendimento Escolar Especializado (AEE), oito unidades de reconstrução/construção e 80 coberturas de quadras, que beneficiarão 40,5 mil alunos no total.

 

Foto: Valter Pontes/Secom

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos