04 de Março de 2024

VIT 2 X 1 SCO: Meio de campo surpreende e Vitória consegue virada

Da água para o vinho. Exageros à parte, o Vitória melhorou muito a sua atuação de uma partida para outra nesta Série B. De uma atuação muito ruim contra o Guarani, tática e tecnicamente, o Leão veio diferente para a partida em casa contra o Sampaio Correa no Barradão e conseguiu três pontos essenciais para a disputa na parte de cima da tabela na competição nacional.

É bem verdade que o torcedor do Vitória sofreu a maior parte do jogo graças ao gol do Sampaio Correa logo aos 5 minutos de partida. Jogada na linha defensiva do lado esquerdo do Vitória e cruzamento na área para o bom centrovante Ytalo escorar para o fundo das redes de Lucas Arcanjo.

Ainda assim, o Vitória não se abateu e dominou a partida durante todo o primeiro tempo. A nova escalação com Rodrigo Andrade, Gegê e Giovanni Augusto deu muito certo no quesito criatividade rubro-negra. Foram diversas triangulações dois dois lados do campo: Gegê, Felipe Vieira e Wellington Nem de um lado (e produzindo melhor); Giovanni Augusto, Osvaldo e Zeca do outro.

Porém, o Vitória não conseguia definir os lances de forma eficiente. Santiago Tréllez não teve boa atuação no primeiro tempo, assim como Osvaldo, que tem caído em rendimento jogo após jogo.

O fim do primeiro tempo foi um misto de frustração pelo placar, mas de esperança pela atuação, em especial do meio de campo do Leão. Para o segundo tempo, Léo Condé substituiu o colombiano e colocou Welder, em busca de mais mobilidade no setor.

No segundo tempo, a partida teve altos e baixos dos dois lados e o Leão, enfim, conseguiu fazer o gol. De novo em bola parada, de novo Wagner Leonardo. Este já é o quarto gol do zagueiro artilheiro com a camisa rubro-negra.

Após o gol, o Sampaio Correa esboçou uma reação, mas foi castigado pela excelentes partidas de Gegê e Wellington Nem. O meia lançou nas costas da zaga, Nem carregou a bola e cruzou. Ao tentar cortar, o zagueiro do Sampaio deixou a bola livre para Welder escorar para as redes. Virada do Leão.

Depois do gol e vendo a equipe muito desgastada em campo, em especial devido à chuva torrencial e ao campo pesado, Léo Condé promoveu alterações com a entrada de Pablo Diogo no lugar de Zeca, Diego Fumaça no lugar de Rodrigo Andrade, Thiago Lopes no lugar de Giovanni Augusto e Zé Hugo no lugar de Wellington Nem.

O time do Vitória manteve a mesma pegada e, apesar de atrás do placar, a Bolívia Querida teve pouco repertório para empatar a partida. Melhor para o Leão. Mais três pontos e a confiança de volta para enfrentar duas partidas fora de casa: Juventude (RS) e Vila Nova (GO).

 

Informações do Arena Rubro-Negra / Foto: Victor Ferreira / EC Vitória / Divulgação

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos