23 de Abril de 2024

Preparador físico de Sampaoli agride Pedro após vitória do Flamengo

Após a vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG por 2 a 1 em Belo Horizonte, ocorreu uma confusão entre o preparador físico de Jorge Sampaoli, Pablo Fernandez, e o atacante Pedro. Segundo relatado pelo “GE”, tudo começou quando o preparador questionou Pedro por ter se sentado no banco após as entradas de Luiz Araújo e Everton Cebolinha, mesmo com uma substituição ainda disponível. O camisa 9 não aceitou bem a cobrança e retrucou, resultando em um soco no rosto desferido por Fernandez.

A reação agressiva do preparador causou indignação no elenco do Flamengo, que manifestou à diretoria sua insatisfação e se recusou a treinar enquanto Fernandez estiver em campo. Pedro prestará queixa em uma delegacia em Belo Horizonte e realizará exame de corpo de delito para documentar os ferimentos.

O incidente atrasou o retorno da delegação do Flamengo ao Rio de Janeiro, pois a chegada ao Galeão estava prevista para por volta de 2h30 do domingo.

De acordo com informações do “GE”, após as entradas dos dois atacantes, Sampaoli ainda teria mais uma substituição, mas optou por fazer cobranças ríspidas a Pedro assim que entrou no vestiário. O argentino acusou o atacante de falta de respeito por não permanecer na área de aquecimento. Pedro, por sua vez, alegou que não está recebendo tratamento adequado por parte da comissão técnica de Sampaoli e que sente estar sendo minado desde o início do trabalho.

Pedro se pronuncia

“Poderia estar aqui falando dos escassos minutos recebidos nos últimos jogos, mas o que aconteceu hoje foi mais grave do que pode acontecer dentro das quatro linhas. Covardemente, sem motivo e inexplicavelmente, fui agredido, com um soco no rosto, por Pablo Fernandez, membro da comissão técnica do Sampaoli. A covardia física se sobrepôs diante da covardia psicológica que tenho sofrido nas últimas semanas. Alguém que se acha no direito de agredir o outro não merece respeito de ninguém. Já passei por muitas provações aqui no Flamengo, mas nada se compara com a covardia sofrida hoje. Que Deus perdoe uma pessoa que, em pleno 2023, acha que uma agressão física possa resolver qualquer problema. Obrigado, Jesus, pelo ensinamento, dando a outra face. Pai e mãe, obrigado pela educação que me deram”, escreveu o centroavante do Flamengo no Instagram.

 

Informações da Gazeta Brasil / Foto: Divulgação/Flamengo

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos