17 de Novembro de 2019

Líder indígena Guajajara é assassinado no Maranhão

O líder indígena Paulo Paulino Guajajara, do grupo Guardiões da Floresta, foi assassinado na última sexta-feira (1), em uma emboscada, na Terra Indígena Arariboia, no município de Bom Jesus das Selvas, no Maranhão. Outro líder, Laércio Souza Silva, foi hospitalizado com ferimentos à bala, mas já teve alta hospitalar. A informação foi confirmada pela Secretaria de Participação e Direitos Humanos do Maranhão. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou por meio de sua conta do Twitter, que a Polícia Federal (PF) irá investigar o crime. "Não pouparemos esforços para levar os responsáveis por este crime grave à Justiça", disse Moro. O governador do Maranhão, Flávio Dino, também usou o Twitter para se manifestar sobre o ocorrido. Ele disse que a competência para apurar crimes é da esfera federal, mas que a polícia estadual colabora com as investigações. Segundo relatos, Laércio e Paulino, haviam se afastado da aldeia para buscar água, quando foram cercados por cinco homens armados que atiraram contra eles. A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) criticou, através de nota, a "ausência do poder público na proteção dos territórios indígenas”.
Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos