15 de Novembro de 2018

Primeira transexual no vôlei se filia ao MDB e pode concorrer a deputada federal

Primeira jogadora transexual a disputar a Superliga feminina, a oposta Tifanny Abreu se filiou ao MDB, partido do atual presidente Michel Temer, e estuda concorrer ao cargo de deputada federal por São Paulo nas eleições deste ano. A informação foi divulgada pela Coluna Estadão, da jornalista Andreza Matais, nesta quarta-feira.

Primeira jogadora transexual a disputar a Superliga feminina, a oposta Tifanny Abreu se filiou ao MDB, partido do atual presidente Michel Temer, e estuda concorrer ao cargo de deputada federal por São Paulo nas eleições deste ano. A informação foi divulgada pela Coluna Estadão, da jornalista Andreza Matais, nesta quarta-feira.

A atleta assinou a ficha de filiação à legenda na sexta-feira passada, último dia do prazo de seis meses antes das eleições para quem pretende disputar algum cargo público no fim do ano. No entanto, o nome de Tifanny não aparece na lista de filiados do MDB atualizada pelo Tribunal Superior Eleitoral nesta terça-feira.

Considerada um dos destaques desta edição da Superliga, a oposta renovou contrato com o Sesi-Bauru e vai permanecer na equipe durante a temporada 2018/2019. Em 14 jogos pelo time bauruense, a atleta marcou 308 pontos, encerrando a participação no torneio nacional com 5,4 pontos por set, a melhor média até o momento.

 

 

Fonte: Globo

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos