19 de Julho de 2018

Casal é detido após matar idosa para ficar com a casa dela

 O corpo de uma idosa foi encontrado no bairro São José, em Jaguariúna. Neste domingo (8), um casal foi preso suspeito de matar Perpétua da Silva Machado, de 70 anos, portadora de mal de Alzheimer.

 

O corpo de uma idosa foi encontrado no bairro São José, em Jaguariúna. Neste domingo (8), um casal foi preso suspeito de matar Perpétua da Silva Machado, de 70 anos, portadora de mal de Alzheimer. Segundo a Polícia Militar (PM), o assassinato teria ocorrido há pelo menos uma semana e o objetivo dos criminosos era ficar com a casa dela. Geovanne Clayton Venâncio e Tamires Raine Silva Caiado foram presos em Santo Antônio de Posse (SP). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP), eles discutiam de forma intensa quando foram abordados pela polícia. Foi então que a jovem revelou o crime, noticia o G1.

Em depoimento à Polícia Civil, Tamires contou que Geovanne havia assassinado a idosa para ficar com a casa e os bens da aposentada, que sofria de mal de Alzheimer. A jovem contou que o casal foi até o imóvel de Perpétua e a arrastou até um barranco, onde seu companheiro golpeou a cabeça da vítima. Tamires disse ainda que o companheiro comprou etanol e ateou fogo na vítima, afirma a SSP. O corpo foi jogado no córrego. A criminosa contou aos policiais militares sobre o local do crime e o cadáver foi encontrado pela manhã. O homem não quis depor. Segundo a Polícia Civil, a ocorrência foi registrada como homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Geovanne foi levado para a cadeia de Itapira (SP) e Tamires para o CPJ de Mogi Guaçu (SP).

 

Fonte: G1

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos