17 de Dezembro de 2017

Itália: Brasileiro é rejeitado em emprego por ser negro

Um brasileiro, que vive na Itália desde os três anos de idade, foi recusado para uma vaga de emprego em um hotel na cidade de Cervia – localizada no litoral da região Emília-Romana – por ser negro.

 

Um brasileiro, que vive na Itália desde os três anos de idade, foi recusado para uma vaga de emprego em um hotel na cidade de Cervia – localizada no litoral da região Emília-Romana – por ser negro.

A denúncia foi feita nesta quinta-feira pela Confederação Geral Italiana do Trabalho (Cgil), que prepara uma ação judicial para ajudar a vítima, que foi identificada apenas como Paolo, 29 anos e morador de Milão.

O fato ocorreu no último dia 18 de junho, quando o homem enviou por e-mail uma cópia de seu documento de identidade para o hotel redigir o contrato. Antes de receber a mensagem discriminatória, Paolo já havia mandado seu currículo e conversado por telefone com o empregador, com quem entrara em acordo para trabalhar até setembro.

No entanto, ao receber o documento do rapaz o dono do estabelecimento mandou uma mensagem de texto afirmando que não podia mais contratá-lo.

Ver imagem no Twitter
 



"Lamento, Paolo, mas não posso colocar rapazes de cor na recepção, aqui na Romana as pessoas têm a mentalidade muito atrasada. Me desculpe, mas não posso fazer você descer, tchau", dizia a mensagem do empregador.

 

 

Fonte: Band

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos