24 de Março de 2019

Bahia se cala após derrota e vaias na Fonte Nova

A diretoria do Bahia preferiu o silêncio após a derrota diante do Sergipe na noite ontem (13), na Arena Fonte Nova, por 1 a 0. A partida era válida pela Copa do Nordeste e representou mais um capítulo na crise instalada no clube desde a eliminação na Sul-Americana e a sequência de apresentações ruins. Balançado no cargo, o técnico Enderson Moreira acompanhou o treino realizado hoje (14) no Fazendão e não interferiu na atividade comandada pelo auxiliar técnico Cláudio Prates. Na noite anterior, torcedores cobraram a diretoria e pediram a demissão imediata do treinador.

Estiveram presentes o diretor de futebol do clube, Diego Cerri, o presidente da agremiação, Guilherme Bellintani, e o vice, Vitor Ferraz. Depois da atividade, o técnico e o auxiliar subiram para a sala da comissão técnica e não falaram com a imprensa. Os membros da diretoria também não se pronunciaram e a entrevista coletiva que havia sido anunciada na noite anterior foi cancelada.

Com risco de não classificar para a segunda fase do estadual, o Bahia entra em campo no domingo (17), contra o Jequié, no Waldomirão, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Baiano. O tricolor precisa vencer e torcer por uma derrota de Bahia de Feira, Vitória da Conquista, Vitória ou Atlético de Alagoinhas. Em caso de empate, é preciso contar com uma derrota do Vitória.

Com informações do Metro1 ( Foto: Reprodução)

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos